Fertilizantes  ›   Notícias  ›  

18-nov-2013

Magnésio – um nutriente indispensável para a palmeira dendém

O magnésio (Mg) é um nutriente essencial para o crescimento e o desenvolvimento de plantas. Há culturas agrícolas frequentemente já prejudicadas devido à falta de magnésio, antes de se tornarem visíveis os correspondentes sintomas de carência nas folhas. A consequência é um rendimento deficitário e, frequentemente, também uma pior qualidade.

 

Como átomo central da clorofila, o magnésio tem um papel essencial na fotossíntese – é esse também o caso na palmeira dendém. Além disso, o nutriente participa também no transporte dos hidratos de carbono adquiridos durante a fotossíntese das folhas até às raízes da palmeira e até aos frutos oleaginosos. Os hidratos de carbono são necessários para a formação dos frutos e para o crescimento das raízes. Devido á formação de uma forte rede radicular, o magnésio favorece, além disso, a absorção de água e de nutrientes e, portanto, a eficácia da fertilização.


Um abastecimento de magnésio de acordo com as necessidades tem um efeito positivo na palmeira dendém tanto sobre a produtividade como sobre a qualidade - um aspeto que vai ganhando importância na produção de palmeiras dendém.


"Um dos parâmetros de qualidade mais importantes na palmeira dendém é o teor de óleo por infrutescência, o chamado "oil to bunch ratio", explica o Dr. Bernd Ditschar da K+S KALI GmbH no primeiro Congresso sobre Palmeira Dendém da organização GREPALM (Gremial de Palmicultures de Guatemala) em outubro em La Antigua, Guatemala. "O magnésio garante o fornecimento das infrutescências com hidratos de carbono energéticos, aumentando assim, o rendimento e o teor de óleo." Tayeb (2005) fala no seu estudo de um aumento do "oil to bunch ratio“ em 1 ou 1,8 % após a fertilização com 0,4 ou 0,8 kg de MgO por palmeira e por ano. Nas experiências de campo na Malásia, com uma duração de 6 anos, o magnésio foi aplicado em forma de Kieserite. Outros estudos de outros cientistas chegaram a resultados análogos.


O abastecimento de magnésio tem, portanto, um papel importante no projeto de Best-Management-Practice (BMP) da K+S KALI GmbH. O objetivo do projeto é, através de uma prática otimizada de cultivo com base nos mais recentes conhecimentos agronómicos, aumentar de forma sustentável a produção de óleo nas plantações existentes e, assim, evitar a ampliação das áreas de cultivo.

Aplicando o princípio das Best Management Practices foi possível aumentar sensivelmente a produção de palmeiras dendém logo nos dois primeiros anos.

O conceito BMP foi desenvolvido, originariamente, pelo IPNI (International Plant Nutrition Institute) e projetado pela K+S KALI GmbH para plantações na Colômbia. Aqui são tidos em consideração todos os passos importantes da prática de cultivo até à técnica de colheita. Uma fertilização eficiente e equilibrada é parte integrante das práticas BMP. "O objetivo maior é minimizar a perda de nutrientes mediante uma aplicação incisiva de nutrientes, para garantir assim às palmeiras dendém ótimas condições de crescimento", acentuou Ditschar no congresso.

Vista geral das noticias

Selecione um site